quinta-feira, 29 de maio de 2008

Os suaves pés de Carolina chutam cabeças.

Carolina chega no início da madruada. Bate na porta, pede um quarto, sorri como a brisa. Diz que ficará por apenas uma semana. Pega a chave e sobre as escadas com seus suaves pés. Ontem, eles chutaram a cabeça de seu ex amante.